Como melhorar a classificação do seu site com o Core Web Vitals

Se você quiser garantir que seu site tenha a classificação mais alta possível, existem algumas métricas-chave nas quais você deve se concentrar – e as Core Web Vitals são algumas das mais importantes. Ao garantir que suas páginas da Web sejam carregadas rapidamente, sejam visualmente estáveis e forneçam uma boa experiência ao usuário, você pode enviar fortes sinais ao Google de que seu site merece uma classificação alta. Aqui estão algumas dicas sobre como melhorar o Core Web Vitals do seu Google e dar ao seu site um impulso nas SERPs.

café maçã iphone smartphone
Foto de Pixabay em Pexels.com

O que são os Principais Web Vitais?

Os principais web vitals são um conjunto de métricas essenciais que o Google usa para medir a qualidade da experiência de um usuário em um site. Eles incluem medidas de velocidade de carregamento, interatividade e estabilidade visual.

Um bom desempenho nos principais pontos vitais da web é essencial para qualquer site que queira ter uma boa classificação nos resultados de pesquisa do Google. As principais métricas de web vitals também são úteis para identificar áreas de melhoria para qualquer site.

Existem três elementos vitais da web principais: a maior pintura de conteúdo (LCP), o atraso da primeira entrada (FID) e a mudança de layout cumulativa (CLS). Todas as três métricas são importantes para fornecer uma boa experiência ao usuário.

Os principais Web Vitals são importantes?

Webmasters e SEOs têm se concentrado em métricas como velocidade da página e tempo até o primeiro byte há anos. Essas métricas são importantes, mas não contam toda a história. Entre no Core Web Vitals: um conjunto de três métricas de desempenho que o Google identificou como sendo críticas para a experiência do usuário.

Então, por que os Core Web Vitals são importantes? Primeiro, eles são uma indicação de que seu site está oferecendo uma boa experiência ao usuário. Em segundo lugar, o Google disse que usará essas métricas como parte de seu algoritmo de classificação. Isso significa que, se você deseja ter uma boa classificação nos resultados de pesquisa do Google, precisa garantir que seu site tenha uma boa pontuação no Core Web Vitals.

Não há um número mágico para cada métrica, mas, em geral, você quer que sua pontuação seja a mais alta possível.

O que afeta os Core Web Vitals?

Há vários fatores que podem afetar os Core Web Vitals. A métrica mede quanto tempo leva para ocorrer a maior pintura com conteúdo, ou LCP. O LCP é o ponto em que o maior elemento de uma página foi pintado. Isso é importante porque representa o ponto em que o usuário pode começar a interagir com a página. O primeiro atraso de entrada, ou FID, também é medido. Este é o tempo entre quando um usuário interage pela primeira vez com uma página e quando o navegador é capaz de responder a essa interação. Mudança de layout, ou CLS, é outro fator que pode afetar o Core Web Vitals. Esta é uma medida de quanto os elementos em uma página mudam durante o carregamento. Um CLS alto pode ser frustrante para os usuários e fazer com que eles percam seu lugar na página. A otimização para esses fatores pode melhorar a experiência do usuário, tornando as páginas mais responsivas e fáceis de usar.

LEIA TAMBÉM:   Como lidar com a queda do ranking de pesquisa após a atualização do algoritmo do Google

Os Core Web Vitals são importantes porque determinam como os usuários percebem a velocidade e a capacidade de resposta de um site. Uma boa pontuação dos principais sinais vitais da web em todas as três categorias indica que um site é rápido e responsivo e oferece uma boa experiência ao usuário. Uma pontuação ruim do Web vitals principal em qualquer uma das categorias pode indicar que um site está lento ou não responde e pode fornecer uma experiência ruim ao usuário.

Quanto os principais elementos vitais da Web afetam o SEO?

O Google anunciou que a experiência da página será um fator de classificação em seu algoritmo de pesquisa. Isso significa que, se você deseja que seu site tenha uma boa classificação, precisa garantir que ele tenha uma boa experiência na página. Um site também deve ser projetado e codificado de uma maneira que facilite o uso e a navegação.

alfabeto publicitário comunicação empresarial
Foto de Pixabay em Pexels.com

Como otimizar meu site para o Core Web Vitals?

Para otimizar seu site para o Core Web Vitals, você precisa se concentrar em três áreas principais: carregamento, interatividade e estabilidade visual.

O carregamento refere-se à rapidez com que sua página é carregada. Você pode melhorar sua velocidade de carregamento otimizando seu CSS e usando carregamento lento ou pré-carregamento para suas imagens e outros recursos.

Interatividade refere-se à rapidez com que sua página responde à entrada do usuário. Você pode melhorar sua interatividade reduzindo o número de arquivos JavaScript que você usa e certificando-se de que seu código seja eficiente.

A estabilidade visual refere-se a quanto o layout da página muda à medida que a página é carregada. Você pode melhorar sua pontuação de estabilidade visual usando um design responsivo e evitando alterações desnecessárias no DOM.

Os Core Web Vitals são importantes porque fazem parte da atualização de experiência de página que o Google está lançando em maio de 2021. Essa atualização levará em consideração os Core Web Vitals ao determinar a classificação de SEO de um site. Portanto, é importante otimizar seu site para essas métricas agora para garantir que você não veja uma queda no tráfego depois que a atualização entrar em vigor.

LEIA TAMBÉM:   O que é o Backlink? Como os Backlinks afetam a SEO?

Como verificar os principais Web Vitals

Web vitals são uma série de métricas de desempenho que o Google identificou como essenciais para oferecer uma ótima experiência ao usuário na web. Você pode verificar os dados vitais da web do seu site usando Informações do Google PageSpeed ferramenta.

Para começar, acesse https://developers.google.com/speed/pagespeed/insights/. Insira o URL do seu site e clique em “Analisar”. O Google fornecerá a você um relatório sobre os aspectos vitais da web do seu site, bem como sugestões sobre como melhorá-los.

Alguns dos principais elementos vitais da Web que você deve se concentrar em melhorar são: primeira pintura de conteúdo (FCP), maior pintura de conteúdo (LCP), mudança de layout cumulativa (CLS) e tempo para interação (TTI).

Algumas maneiras potenciais de melhorar o FCP, LCP e CLS incluem otimizar imagens e outros ativos para que sejam carregados mais rapidamente, usando texto em vez de imagens sempre que possível e reduzindo a quantidade de código usada em uma página. O TTI pode ser melhorado certificando-se de que o código da página é limpo e eficiente e usando técnicas de cache.

Por que a velocidade da página é importante?

Na era da internet, as pessoas estão acostumadas a conseguir o que querem rapidamente. Isso significa que os proprietários de sites precisam garantir que seu site seja rápido e responsivo. A velocidade da página é importante por vários motivos.

Por um lado, isso afeta o ranking do seu mecanismo de pesquisa. O Google e outros mecanismos de pesquisa levam em consideração a velocidade da página ao determinar onde classificar seu site. Se o seu site for lento, você provavelmente será enterrado nos resultados da pesquisa.

Além disso, a velocidade da página afeta a experiência do usuário. Ninguém quer esperar por um site lento para carregar. Se o seu site demorar muito para carregar, é provável que os usuários cliquem e saiam antes mesmo de terem a chance de ver o que você tem a oferecer.

LEIA TAMBÉM:   8 ferramentas de SEO gratuitas mais úteis para explorar sua palavra-chave em 2022!

Por fim, páginas de carregamento rápido podem ajudar a melhorar as taxas de conversão.

Qual é a pontuação ideal da velocidade da página?

Não existe uma pontuação de velocidade de página ideal. Diferentes fatores, como seu público, conteúdo e conversões, afetarão a pontuação que você deve atingir. No entanto, uma boa regra é tentar obter a velocidade da sua página o mais próximo possível de 100. 

Diferentes ferramentas, como o PageSpeed Insights do Google ou o Pingdom, fornecerão pontuações diferentes para a mesma página. Isso ocorre porque eles medem coisas diferentes. O PageSpeed Insights mede o desempenho da sua página em dispositivos móveis, enquanto o Pingdom mede o tempo geral de carregamento da sua página. 

O importante é não ficar muito preso aos números. Contanto que suas páginas estejam carregando de forma rápida e suave, você está fazendo certo.

Como melhorar os principais sinais vitais da web no wordpress

Existem algumas etapas simples que você pode seguir para melhorar o desempenho do seu site WordPress: 

1. Escolha um bom provedor de hospedagem. Seu provedor de hospedagem desempenha um papel importante na velocidade de carregamento do seu site. Faça alguma pesquisa e escolha um provedor respeitável que ofereça velocidades rápidas.

2. Otimize suas imagens. Imagens grandes podem deixar seu site mais lento, portanto, certifique-se de otimizá-las para a web. Você pode usar uma ferramenta online como o Kraken para ajudar nesse processo.

3. Use um plug-in de cache.

Conclusão

Ao seguir os conselhos deste artigo, você pode garantir que seu site esteja bem preparado para o Core Web Vitals. Tomar essas medidas ajudará a melhorar a velocidade e o desempenho do seu site, tornando-o mais fácil de usar e com probabilidade de ter uma classificação mais alta nos resultados dos mecanismos de pesquisa. Como resultado, você desfrutará de mais tráfego e conversões.

Como usar os anúncios do TikTok para alcançar seu público-alvo
O que é Microlearning e como ele pode ajudá-lo?